Resultados

Tema: A terapia de reversão da orientação sexual

Nota: 960

Redação

Alguns países europeus consideram a reversão da orientação sexual algo legal, previsto em lei. No entanto, o Brasil desde 1999 (1) destacou que a homossexualidade não é doença mental, não sendo assim,(2) passivo de tratamento. Mas, neste ano, um juiz voltou com a discussão ao solicitar a justiça (3) brasileira a concessão de terapia clínica a esses indivíduos, fazendo com que alguns agentes sociais interfiram na livre escolha sexual.
Compactuando com o movimento naturalista, o juiz Waldemar Claudio de Carvalho, abre uma brecha na resolução número 01/1999 do Conselho Federal de Psicologia (CFP), permitindo a patologização da orientação sexual. Isso faz com que homossexuais sofram uma “cura”, mas para tanto, seria necessário uma investigação acima (4) da eficácia do tratamento, e não há. O que existe são pesquisas evidenciando a ineficácia e os efeitos perniciosos causados por uma pseudo terapia, segundo o site Carta Capital.
Ademais, como exemplo de país que permite a reversão, o Reino Unido possui habitantes que fizeram as sessões motivadas pelos seus líderes religiosos e comparam o que presenciaram com uma espécie de exorcismo, deixando claro que poderemos fomentar a intolerância dos indivíduos quando a igreja começa a ditar a preferência sexual dos seus seguidores.
Observamos, portanto, que devemos luta (5) para que não haja mudanças negativas em conceitos já definidos pela ordem brasileira, então o governo deve vetar ações como a promovida pelo juiz Waldemar e promover campanhas focando no bem estar da comunidade LGBT (Lésbicas, gays, bissexuais e travestis, transexuais e transgêneros), bem como o CFP pode distribuir cartilhas com as ajudas cabíveis aos psicólogos nos casos de orientação sexual. Dessa forma, ajudaremos a formar uma sociedade acolhedora da diversidade.


1 – Locuções adverbiais - circunstâncias que indicam tempo e lugar – quando estiverem entre o sujeito e o verbo devem ser isoladas por vírgulas.
2- Nesse contexto, “sendo” é verbo “ser” não conjunção conclusiva, por isso, deve-se isolar a expressão assim por vírgulas para indicar que o verbo e seu completo não foram separados “não sendo, assim, passivo de tratamento”.
3 - O verbo solicitar é bitransitivo, desse modo, “à justiça” deve ser craseado por ser preposição + artigo feminino.
4 – A expressão não seria “acerca”?
5 - “Luta” é substantivo ou verbo na 1ª pessoa do indicativo, neste contexto, deveria ser usado o verbo “lutar” no infinitivo.

Comentários

Competência I - Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.
Nota da competência I: 160
Nível 4: Apresenta bom domínio da modalidade conforme a gramática da Língua Portuguesa com poucos desvios.
_____________________________________________________________________________
Competência II - Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
Nota da competência II: 200
Nível 5: Articula o problema de pesquisa por meio de estratégias argumentativas consistente baseada em um repertório técnico – científico e demonstra bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com introdução, argumentação e conclusão desenvolvidas e todas as linhas apresentam períodos compostos.
O texto apresenta estratégias argumentativas, sendo elas: fatos comprováveis, exemplos e comparações entre fatos e lugares distintos com identificação das fontes e/ou origem.
ESTRATÉGIAS ARGUMENTATIVAS – São recursos utilizados para desenvolver os argumentos e repertório científico, de modo a convencer o leitor usando uma das informações abaixo:
  • exemplos;
  • dados estatísticos;
  • pesquisas;
  • fatos comprováveis;
  • citações ou depoimentos de pessoas especializadas no assunto;
  • alusões históricas;
  • comparações entre fatos, situações, épocas ou lugares distintos.

  • ___________________________________________________________________________
    Competência III - Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
    Nota da competência III: 200
    Nível 5: Apresenta plano de texto e todas as linhas estão hierarquizadas.
    _____________________________________________________________________________
    Competência IV - Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
    Nota da competência IV: 200
    Nível 5: Apresenta mais de 6 elementos de coesão sem inadequações.
    O texto explora os elementos de coesão entre os períodos e parágrafos.
    ________________________________________________________________________________
    Competência V - Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos
    Nota da competência V: 200
    Nível 5: Apresenta o agente, ação de intervenção e os resultados da ação particularizando cada um desses.
    A proposta de solução está muito boa.

    Moodle Vitória Virtual